Assine a Newsletter

  • Receba todas as novidades semanalmente no seu e-mail!
 
 

9º PARADA LIVRE DE CANOAS – 25 MIL PESSOAS

9º Parada Livre de Canoas, momento de visibilidade, cultura e de defender direitos da comunidade LGBT. Resistir para Existir, esse foi nosso lema, e o que dizer dessa Parada Livre? Sim, foi a maior do Estado com a participação de 25 mil pessoas, e coloca Canoas como a cidade da Diversidade.

Para mim foi um momento mágico com artistas da comunidade LGBT, Flash Mob, cultura e literatura, que encerrou com chave de ouro com a cantora Ludmilla.

Agradeço a presença da Corte da Diversidade de Canoas, a Corte Estadual da Diversidade e todas as Cortes da Diversidade de outros municípios que se fizeram presentes. Um agradecimento especial ao Prefeito Busato e a Vice Gisele Uequed.

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Derli Júnior

Postagemns Relacionadas

1° Atividade da Corte da...
Hoje ocorreu a 1° Atividade da Corte da Diversidade Canoas 2018. Realizamos a entrega dos brinquedos arrecadados na 9° Edição do Miss e Mister
MUITO OBRIGADO JORGE KAWO
Momento de grande emoção, antes da saída da caminhada de Xangô, fui presenteado pelo meu amigo Jorge Kawo, com um vulto do Pai Xangô.
PROGRAMA BAND MULHER R...
Dia de acompanhar a amiga Chris Siberino em sua participação no Programa Band Mulher. Parabéns Chris por ser a militante que és. Agradeço a companhia do
Dia da Abolição da Escr...
Dia do Orgulho LGBT é co...
O Dia Internacional do Orgulho LGBT (gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e pessoas intersex) foi celebrado em todo o mundo nesta quinta-feira (28). Em Canoas, não foi
O RECONHECIMENTO DE UM TR...
… Em Construção
SITE NO AR
Olá turma! Estamos retornando com nosso site, acompanhe nossos textos, matérias e comentários. Coloque sua opinião! Vamos construir um canal de troca de idéias.
PROGRAMA ALTERNATIVO R...
E a estréia foi ontem às 20hs. Programa Alternativo, todo Domingo às 20hs na Rádio Fátima FM – 87,9. Muito Pop Rock e MPB,
PORQUE O JOVEM BRANCO ESQ...
Acusaram-me de pai de Santo Nunca fui e quem me dera! Ser nagô,  Agê,  Candomblé, ou Nação. Nem maracatu fui.. Menos ainda fazer nesta
AMIGO
Guardo em minhas lembranças os momentos de alegria, os de felicidade, das bagunças que fazíamos e das que  ainda podemos fazer... Momentos inapagáveis na